Nessa publicação eu vou mostrar os detalhes das mudanças que fiz em uma cópia do jogo Rock’n Roll Manager utilizando as técnicas de cartonagem.

Se você não sabe muita coisa sobre como é feito um  boardgame, explico que  basicamente o tabuleiro e seus componentes (tiles, tokens e fichas)  são feitos de uma única matéria prima: o papel Holler ou papel Paraná (também chamado de papel cinza, papel de couro).

O papel Paraná é uma versão mais barata do Holler, eu geralmente uso para fazer caixas, tokens, fichas.  O papel Holler  custa o dobro e tem uma maior qualidade, uso para fazer tabuleiros, dashboards e tiles, simplesmente porque é um papel muito denso e a chance dele empenar são raríssimas. Um bom exemplo é o dashboard do jogo Puerto Rico da Grow que vive empenando, feito de papel paraná.

Então cartonagem, ou crafting , é o artesanato de manipular esses papeis e criar algo. E você pode usar dessas técnicas para fazer boardgames com uma qualidade bem próxima ou melhor que um jogo de fábrica, dependendo do seu nível de prática.

Em primeiro lugar,  minha motivação para pimpar o Rock’n Roll Manager é  porque gosto do jogo, e segundo,  por conta do tema. Nesse caso a edição da Conclave pecou na qualidade da identidade visual, e resolvi mudar tudo: tabuleiro, dashboards e caixa.

Um adendo:  aqui não vou disponibilizar um PnP do jogo. Você vai precisar dos tokens e cartas do boardgame original.  É um  pimpagem!

Começando

O tema heavy metal sempre usou e abusou de artes agressivas e com uma mensagem forte nas capas dos álbuns das bandas. Existem capas icônicas, históricas, e ter um jogo com tema de Rock’n Roll sem esse apelo visual me deixou bem decepcionado.

Então dei uma nova roupagem ao jogo sem mexer em suas mecânicas. Esse é o meu primeiro Pimp My Boardgame que publico aqui.

Como boa parte da minha adolescência e fase adulta  eu só ouvia Trash Metal (ainda ouço),  resolvi fazer essa homenagem a essa vertente do metal e seguir por aê na identidade visual do meu novo Rock’n Roll Manager.

Antes de mais nada, devo dizer que eu trabalho com design gráfico a bastante tempo, e minha ferramenta para tudo é o photoshop e illustrator. E foi com essas ferramentas que fiz toda a arte.

Começando pelo tabuleiro, fiz uma foto-montagem nas diversas áreas do jogo utlizando de muita coisa que garimpei pela internet para criar o tema.

Tabuleiro Original

Tabuleiro Trash Metal
O tabuleiro  ficou bem maior. Aliás, eu adoro jogos com tabuleiros grandes, tanto que esse ficou com 5 dobras.

O próxima etapa foi mudar os dashboards das bandas. Como estamos falando de trash metal, eu escolhi as  5 maiores bandas da época: Slayer, Metallica, Megadeth, Anthrax e Sepultura. No jogo original tem o Sepultura com um nome genérico, mas a graça de fazer um jogo com arte exclusiva é que você pode usar o nome original das bandas sem ter que pagar direitos autorais. Não tem comércio aqui.

Dashboards Originais

Dashboards Trash Metal

No jogo original temos os tokens de álbuns que você posiciona no hitparade. Aqui eu resolvi usar as capas reais dos lançamentos  das bandas.

Tokens dos álbuns originais

Tokens Trash Metal

Usei o papel paraná de 2mm e imprimi frente e verso com a ordem cronológica. A organização dos álbuns lançados  ficam virados para cima ou ativos no Rádio Metal Hits quando são lançados. Se você não lançar pelo menos 2 discos na temporada o ultimo disco da cronologia sai do dashboard e vai pra caixa.

E por último e não menos importante temos a caixa do jogo.

A caixa original é quadradona, padrão fantasy Flight. Eu deixei ela então retangular no tamanho padrão euro, principalmente para comportar o big tabuleiro.

A arte eu imaginei um poster de festival para a  tampa da caixa, com os nomes das bandas, como se fosse um Monster of Rock, Ozzy festival ou Hellfest.  E abaixo  está  o resultado.

E finalizando fiz um insert para o jogo usando o papel paraná, com detalhes em vermelho.

 

Então é isso, espero que tenham gostado, os links dessas artes estão na minha página, só clicar, baixar imprimir, cortar, colar e jogar.

Se você não tem nenhuma experiência com cartonagem, impressão de PnP  e quer aprender como criar tabuleiros, caixas, tokens, tiles, cartas, etc, já está disponível o curso PNP BOARDGAMES

  QUERO SABER MAIS SOBRE O CURSO

Inclusive  essa pimpagem do  Rock’n Roll Manager foi feita durante várias etapas do curso junto com outros jogos OoP.

Se você tem um jogo que queira dar uma melhorada, um protótipo para tirar do rascunho, imprimir PnP de jogos Out of Print, aprender essas técnicas de cartonagem para boardgame  vai te abrir muitas possibilidades dentro do hobby. É praticamente um  hobby dentro do hobby.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DAS ARTES

Dúvidas, deixe nos comentários. Até o próximo “Pimp My Boardgame”.

Abs.
Jetro Osytek

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here